dIGAEDISproject

A aldeia histórica de Idanha-a-Velha: cidade, território e população na antiguidade (séc. I a.C. – XII d.C.).
FCT. PTDC/HAR-ARQ/6273/2020.

Reproduzir vídeo
Reproduzir vídeo
Reproduzir vídeo
Reproduzir vídeo

REGISTE A DATA

Escavações Arqueológicas

20 Junho a 15 de Julho de 2022

Idanha-a-Velha

Para este verão de 2022 está programada uma nova campanha de escavações arqueológicas em Idanha-a-Velha. A trabalhar no terreno estará uma equipa de professores e alunos de arqueologia da Universidade de Coimbra e da Universidade Nova de Lisboa.

9 e 10 de julho de 2022

12 horas

Idanha-a-Velha

Formadores: João Tereso, Filipe Vaz, Luís Seabra

Formação teórica e prática: da recolha de campo de material carbonizado de origem vegetal em escavação arqueológica, à análise laboratorial de macro-restos vegetais (carpologia: sementes e frutos; e antracologia: madeiras carbonizadas) e à interpretação dos dados à luz do seu contexto de recolha (estratigráfico e histórico).

24 a 26 de novembro de 2022

Idanha-a-Nova e Idanha-a-Velha

EMCITY 2022: Entre os dias 24 e 26 novembro realizar-se-á o primeiro encontro sobre cidades alto medievais. Em breve será aberta a call for papers.

20 Junho a 15 de Julho de 2022

Idanha-a-Velha

Escavações Arqueológicas

Para este verão de 2022 está programada uma nova campanha de escavações arqueológicas em Idanha-a-Velha. A trabalhar no terreno estará uma equipa de professores e alunos de arqueologia da Universidade de Coimbra e da Universidade Nova de Lisboa.

9 e 19 de Julho de 2022

Idanha-a-Velha

12 horas

Formadores: João Tereso, Filipe Vaz, Luís Seabra

Workshop de Arqueobotânica

Formação teórica e prática: da recolha de campo de material carbonizado de origem vegetal em escavação arqueológica, à análise laboratorial de macro-restos vegetais (carpologia: sementes e frutos; e antracologia: madeiras carbonizadas) e à interpretação dos dados à luz do seu contexto de recolha (estratigráfico e histórico). Responsável pela formação: João Tereso.

24 a 26 de Novembro de 2022

Idanha-a-Velha

Congresso

EMCITY 2022: Entre os dias 24 e 26 novembro realizar-se-á o primeiro encontro sobre cidades alto medievais. Em breve será aberta a call for papers.

Instituições Parceiras

This work is also funded by national funds through the FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., in the scope of the project UIDB/00460/2020

Copyright 2022 © All rights Reserved. Design por Creativestudios

Workshop de Introdução à Arqueobotânica:

práticas de campo e laboratório

Formação teórica e prática em Arqueobotânica, aproveitando escavações arqueológicas em curso em Idanha-a-Velha. Incidirá sobre as diferentes etapas e métodos do estudo de madeiras (antracologia), frutos e sementes (carpologia) recuperados em meios terrestres, desde a recolha e processamento de amostras sedimentares em escavação, análise laboratorial e interpretação dos dados à luz do seu contexto de recolha (estratigráfico e histórico). 
Durante este 
workshop, os formandos serão introduzidos aos principais tipos de vestígios vegetais recuperados nos sítios arqueológicos de meio seco em Portugal e terão contacto com os equipamentos e técnicas necessárias para o seu estudo. De igual modo, apreenderão os conceitos e pressupostos teóricos essenciais à interpretação dos conjuntos arqueobotânicos, tendo a oportunidade de discutir diferentes casos de estudo. Após este workshop espera-se que os formandos consigam estabelecer uma estratégia de amostragem e implementá-la em contexto de escavação, processar sedimentos por flutuação manual e com recurso a uma máquina de flutuação e acondicionar amostras de forma adequada.
Esta formação resulta de uma colaboração entre o Centro de Estudos Interdisciplinares (CEIS20), da Universidade de Coimbra e o Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO), da Universidade do Porto e decorre no âmbito dos projetos IGAEDIS (PTDC/HAR-ARQ/6273/2020), e B-ROMAN (PTDC/HAR-ARQ/4909/2020).

Formadores: João Tereso, Filipe Vaz, Luís Seabra Duração. Duração: 2 dias (12 horas) Público: Estudantes universitários e investigadores [estudantes inscritos na escavação + 5 inscrições abertas ao exterior]